Desembargador Adair Longuini toma posse na presidência do TRE-AC

Em sessão solene realizada na tarde desta terça-feira, 30, o desembargador Adair Longuini tomou posse como presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Acre (TRE-AC), o qual conduzirá pelo biênio 2013/2015.

Em sessão solene realizada na tarde desta terça-feira, 30, o desembargador Adair Longuini tomou posse como presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Acre (TRE-AC), para o biênio 2013/2015.

A solenidade, realizada no plenário do TRE, contou com a participação de diversas autoridades do Estado, familiares do magistrado e servidores do Tribunal.

No início de seu discurso, o novo presidente disse que o procedimento das eleições depende de um bom e sólido regramento e de leis modernas.  “E não serão os juízes a fazê-las, tal qual se espera o nascimento de uma nova reforma político-eleitoral. Fica, desde já, o apelo aos nossos legisladores”, completou.

O magistrado é quem irá presidir as eleições gerais de 2014 no Acre, e disse que trabalhará para que o processo seja o mais transparente e democrático possível, assim como já vem ocorrendo em pleitos anteriores. “Fica aqui a minha sincera e vívida homenagem a todos que aqui vieram e lutaram, e venceram, e honraram este TRE”, destacou.

Encarregado de fazer o discurso de boas vindas, o juiz membro da Corte, Elcio Sabo Mendes, disse que a história de vida do empossado é um demonstrativo claro de respeito aos alicerces que devem nortear a vida de um magistrado.

Essa não é a primeira vez que o desembargador Adair Longuini atua na Justiça Eleitoral. Ele já foi membro do TRE na classe de juiz de Direito, além de juiz eleitoral e juiz da propaganda.

No último dia 23, o magistrado foi eleito presidente da Corte, ante a desistência do desembargador Samoel Evangelista de concorrer à presidência. Portanto, para a vice-presidência e corregedoria do Tribunal foi mantido o nome do desembargador Samoel Evangelista, eleito em fevereiro para os cargos.

O vice-presidente agradeceu ao apoio recebido dos demais membros, do procurador regional eleitoral, bem como dos servidores, durante o período de cinco meses que esteve exercendo a presidência do Tribunal, enfatizando que na condição de vice-presidente e corregedor regional eleitoral contribuirá para o êxito da nova administração.

Últimas notícias postadas

Recentes