TRE-AC tem como meta coletar 100% dos dados biométricos dos eleitores do Estado no primeiro semestre de 2019

Cerca de 70 mil eleitores acreanos ainda não possuem biometria

Biometria

Até o meio do ano, o Tribunal Regional Eleitoral do Acre (TRE-AC) espera concluir 100% da biometria no Estado, atendendo eleitores de Sena Madureira, Feijó, Tarauacá, Mâncio Lima, Manoel Urbano, Marechal Thaumaturgo, Rodrigues Alves, Santa Rosa do Purus, Jordão e Porto Walter.

A revisão é obrigatória apenas para os eleitores que não possuem dados biométricos coletados pela Justiça Eleitoral. O Acre possui 549.081 eleitores. Destes, mais de 476 mil já tiveram seus dados biométricos coletados, o que equivale a 86% do eleitorado.

Em 2019, a revisão biométrica obrigatória começou pelo município de Sena Madureira. Mas, até o momento, somente cerca de 1.500 dos 19.176 eleitores sem biometria compareceram ao cartório. Os votantes desse município têm até o dia 7 de junho para se regularizarem com Justiça Eleitoral.

Já os eleitores de Feijó, Tarauacá e Mâncio Lima estão sendo atendidos desde o dia 11 de março. Até o momento, o Cartório Eleitoral de Feijó atendeu cerca de 400 dos 10.891 eleitores sem biometria do município. Em Tarauacá, dos 9.260 eleitores sem biometria apenas 255 compareceram. Por fim, em Mâncio Lima, 95,06% do eleitorado sem biometria precisa comparecer ao Posto de Atendimento do município.  Dos 8.677, apenas 570 compareceram até o momento.

O Projeto de Identificação Biométrica da Justiça Eleitoral tem por objetivo implantar em âmbito nacional a identificação e verificação biométrica da impressão digital para garantir que o eleitor seja único no cadastro eleitoral e que, ao se apresentar para o exercício do voto, seja o mesmo que se habilitou no alistamento eleitoral.

O atendimento nos municípios de Manoel Urbano, Marechal Thaumaturgo, Rodrigues Alves, Santa Rosa do Purus, Jordão e Porto Walter começará a partir do mês de abril com datas específicas para cada município.

Últimas notícias postadas

Recentes