Escola Judiciária Eleitoral apresenta relatório de atividades de 2016

Entrega do Relatório de Gestão da EJE

Em sessão plenária ocorrida na tarde desta terça-feira, 31, o juiz membro da Corte e diretor da Escola Judiciária Eleitoral, Cloves Augusto Ferreira, apresentou o relatório de atividades desenvolvidas pela unidade ao longo de 2016.

Uma série de eventos, entre cursos, palestras e seminários foram destacados pelo magistrado, que considerou o ano de 2016 um ano de grandes desafios. “Conseguimos conscientizar, capacitar e se reinventar num período exíguo, visto que se tratava de ano Eleitoral, onde as atividades deveriam se adequar a esse calendário, já apertado e com várias demandas”, destacou.

Para superar o desafio, o diretor disse que a Escola sempre trabalhou focada em promover ações que fossem capazes de desenvolver a cidadania, a consciência crítica do cidadão/eleitor, refletidas em posturas éticas de honestidade, decência, coletividade, democracia, bem como na escolha de seus representantes e a busca por melhorias sociais.

Em maio de 2016, a unidade realizou a terceira edição do Curso de Direito Eleitoral para Jornalistas, evento que tem se consolidado dado à importância das temáticas abordadas aos profissionais de imprensa, responsáveis pela propagação de notícias nos vários segmentos midiáticos.

Em meados de junho realizou a primeira edição da Semana da Justiça Eleitoral, que consistiu na realização de atividades relacionadas ao pleito eleitoral, destacando-se, entre elas, as palestras de conscientização política, os treinamentos para servidores, reuniões de logísticas e encontro entre juízes e promotores eleitorais.

Durante praticamente todo o mês de julho, a Escola Judiciária Eleitoral do Acre, em conjunto com as Zonas Eleitorais, esteve realizando em municípios do Estado seminários com a finalidade de levar aos pretensos candidatos, candidatos e demais interessados uma gama de informações sobre o processo eleitoral.

Os seminários ocorreram nos municípios de Xapuri, Brasiléia, Sena Madureira, Cruzeiro do Sul, Tarauacá, Feijó, Senador Guiomard, Plácido de Castro e Rio Branco. Os seminários se desenvolveram de forma didática e interativa, onde juízes eleitorais, promotores eleitorais e servidores da Justiça Eleitoral trataram dos mais variados temas relacionados às eleições, tais como propaganda eleitoral, crimes eleitorais, registro de candidaturas entre outros temas.

“Ao final de tudo, ao ver o que se fez, pulsa no coração a palavra gratidão. A Deus, sobretudo, pela bênção que manteve a força, mesmo diante daquilo que parecia intransponível. À Presidência, pelo apoio a todas as ações da Escola, e à equipe da EJE, que apesar de pequena, demonstrou dedicação irrestrita às metas e sonhos que hoje se declaram reais”, finalizou.

Para o presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Acre (TRE-AC), desembargador Roberto Barros, a energia e a busca pela inovação adotadas nesta gestão foram de grande importância para o sucesso alcançado pela EJE. “Parabenizo toda a equipe da Escola pelos seus feitos, que chegaram, inclusive, ao interior do Estado, atendendo a um grande público com orientação e conscientização política”, destacou.

Últimas notícias postadas

Recentes