Conheça mais sobre a função de mesário

Peça fundamental para garantir o sucesso de uma eleição, os mesários atuam na recepção dos eleitores e na condução dos trabalhos na seção eleitoral

Peça fundamental para garantir o sucesso de uma eleição, os mesários atuam na recepção dos eleit...

No dia da eleição, a Justiça Eleitoral conta com milhares de mesários e mesárias que formam uma força de trabalho durante o pleito e são essenciais no processo eleitoral. Em 2020, mais de 1,5 milhão de mesários atuaram em todo o país para garantir o direito dos cidadãos brasileiros escolherem representantes políticos, mesmo durante a pandemia de Covid-19. 

Quem tem interesse em se cadastrar como mesário voluntário, mas ainda tem dúvidas sobre como proceder, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) mantém uma página com informações relacionadas às atribuições dos mesários, aos benefícios, e muitas outras orientações.

No espaço, é possível acessar os manuais, treinamentos e impressão de declarações que comprovam a realização do trabalho durante o pleito, entre outros. A Justiça Eleitoral fornece, a cada eleição, a capacitação necessária para a atuação desses colaboradores que são personagens fundamentais para garantir o sucesso de uma eleição, atuando na recepção dos eleitores e na condução dos trabalhos na seção eleitoral.

Na carta de convocação, existem informações sobre a modalidade do treinamento, que pode ser presencial, à distância ou pelo Aplicativo Mesário.

Quem pode se inscrever?

Qualquer pessoa maior de 18 anos e que esteja em situação regular com a Justiça Eleitoral pode trabalhar como mesário nas eleições. Eles são designados para seções eleitorais dentro da zona eleitoral em que estão inscritos.

O trabalho de mesário não é remunerado, mas o colaborador recebe auxílio-alimentação para o dia da eleição e tem direito a dois dias de folga para cada dia que passar nos treinamentos oferecidos pela Justiça Eleitoral ou trabalhando na função para a qual for designado no dia da votação. As folgas devem ser negociadas com a empresa, o órgão ou a instituição pela qual o colaborador tenha vínculo na época da prestação do trabalho.

Outro benefício é destinado ao mesário universitário, que terá direito a 30 horas de crédito na grade extracurricular (desde que a instituição tenha convênio com o Tribunal Eleitoral do estado). Além disso, recebe um certificado pelos serviços prestados e tem preferência no desempate em concursos públicos, desde que previsto no edital do certame.

Crédito: TSE

Últimas notícias postadas

Recentes

Nota

Dia da Justiça - 8 de dezembro