Urnas eletrônicas: abertas as inscrições para Teste Público de Segurança

Realizado pelo TSE desde 2009, o evento tem por objetivo contribuir para a segurança das eleições brasileiras

TPS

Estão abertas, até 29 de setembro, as inscrições para a sexta edição do Teste Público de Segurança (TPS) que será realizado entre os dias 23 e 26 de novembro, na sede do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em Brasília, e apresenta uma oportunidade para especialistas em Segurança da Informação detectarem falhas no sistema que será usado nas Eleições de 2022.

Brasileiros com mais de 18 anos, que entendam de tecnologia e sem pendências com a Justiça Eleitoral, são convidados pelo TSE a testar os sistemas eleitorais. Caso encontrem alguma vulnerabilidade, os ajustes serão feitos antes das eleições.

Realizado desde o ano de 2009, sempre antes das eleições, o teste tem por objetivo contribuir para a segurança das eleições brasileiras e melhoria do sistema das urnas eletrônicas.

De acordo com as informações divulgadas pelo TSE, o Teste Público de Segurança tem três fases: a de preparação, a de realização e a de avaliação.

A fase de preparação consiste em pré-inscrição, inscrição, plano de teste, apresentação dos sistemas e dos códigos-fonte. Já a etapa de realização, prevista para o período de 22 a 26 de novembro, é quando os planos de teste são colocados em prática.

Na fase de avaliação, a comissão avaliadora elabora o relatório do evento com os respectivos resultados.

Depois dessas três etapas iniciais, o TPS confirma os avanços e a solução de eventuais fragilidades identificadas. Os investigadores voltam ao TSE para testar novamente os sistemas, bem como para verificar se as propostas de aperfeiçoamento foram efetivamente implementadas. É o chamado Teste de Confirmação.

Para mais informações, acessem: https://www.justicaeleitoral.jus.br/tps/index.html#info-gerais

Últimas notícias postadas

Recentes